Also Available in:

Mecanismos de reparação do DNA “gritam” Criação

por
traduzido por Rodrigo Gomes Toni

alicephoto/123RFDNA

Tomas Lindahl, Paul Modrich, e Aziz Sancar venceram o Prêmio Nobel de Química em 2015 por descobrirem os mecanismos de reparação do DNA.1 Como o artigo da BBC diz, “nos anos 1970, cientistas pensavam que o DNA era uma molécula estável, mas o Prof. Lindahl demonstrou que ele decai a uma taxa surpreendentemente rápida”. Isso levou ele e outros, então, a procurarem por mecanismos de reparo, e os pesquisadores encontraram vários (portanto os três recebedores do prêmio).

O artigo fala dos mecanismos de reparo como “processos essenciais”. Verdadeiramente, sem os mecanismos de reparo, o DNA desmorona “em uma taxa surpreendentemente rápida”. Uma vez que um organismo morre, os mecanismos de reparo não funcionam mais e o DNA decai (se decompõe). Isso significa que os fósseis que são, supostamente, datados com milhões de anos de idade, não deveriam ter qualquer DNA intacto; mas eles frequentemente têm [DNA intacto], incluindo fósseis de dinossauros.2

Deveria ser óbvio agora para todos que DNA nunca poderia ter surgido por processos naturais (i.e. apenas química e física) porque ainda que isso pudesse acontecer, o DNA seria inútil sem os mecanismos de reparo para preservá-lo. Sem os mecanismos de reparo, o DNA se desfaria mais rápido do que ele poderia possivelmente juntar-se (se ele ainda que pudesse se juntar na ausência do maquinário celular, o qual é ele próprio codificado no DNA). Além disso, não há origem natural que possa possivelmente explicar tanto sistema de armazenamento de informação codificada quanto as seqüências altamente ordenadas no DNA que especificam como fazer os componentes protéicos de vida.

Os mecanismos de reparação envolvem incríveis nano-máquinas complexas3 que por si mesmas desafiam a noção de origens naturalísticas. Quanto mais nós sabemos sobre a ciência da vida, mais se torna claro que a vida veio pela ação de um Criador increvelmente inteligente.4

Referências e notas

  1. Rincon, P., Nobel de Química: Lindahl, Modrich e Sancar vencem pelo Reparo do DNA, bbc.com, 7 de Outubro de 2015. Retornar ao texto.
  2. Sarfati, J., DNA e células ósseas encontradas em osso de dinossauro, Journal of Creation 27(1):10–12, 2013; creation.com/dino-dna. Retornar ao texto.
  3. Essas máquinas moleculares são incrivelmente pequenas, portanto o termo ‘nano-máquina’. Retornar ao texto.
  4. Batten, D., Origin of life; creation.com/origin-of-life, 26 de Novembro de 2013. Retornar ao texto.

Helpful Resources

Genetic Entropy
by Dr John Sanford
US $25.00
Soft cover
Breathtaking Respiratory System
by Dr Lainna Callentine
US $16.00
Hard cover